Aquilonius X Erynian X Hesperius
Programação de guerra: 25/04/2019 às 22:00h.
Screen Shots

Mapa de Tuorhence



Mapa de Runas



Mapa da Caverna



Geografia de Tuorhence

Erinia : é o planeta para onde foram banidas todas as criaturas fantásticas que assolavam a humanidade terrestre desde há muito tempo. Conta-se que Hur, o mais poderoso dos magos, reuniu um grande grupo para eliminar as bestas e por fim ao sofrimento dos grupamentos humanos. O grupo de magos descobriu uma maneira de expulsar os monstros do planeta através de uma fenda dimensional, num episódio que ficou conhecido como o Ritual do Banimento Eterno. Infelizmente, muitos curiosos seguiram as criaturas e também cruzaram a Porta dos Mundos. Não tendo como trazê-los de volta, Hur atravessou o portal e fechou-o para sempre, dando início à saga dos homens na Terra dos Dois Sóis ou Terra do Desterro, como inicialmente ficou conhecida.

Posteriormente, Hur batizou-a Erynis, e seu povo a fez Erinia. Em seu dialeto natal, a palavra significava praga, maldição, ou fúria divina. E foi assim que Hur achou uma maneira irônica de se vingar de sua prisão.

Erinia é um lugar muito diferente da Terra. Em vez do sol, há duas estrelas médias amarelas, e sua ação sobre o planeta faz com que a duração do dia seja maior que a da noite, e que em algumas regiões nem mesmo chegue a escurecer.

O planeta também é diferente em tamanho. Muito menor que a lua terrestre, sua velocidade rotacional proporciona uma rotação completa em apenas 30 minutos, sendo 20 minutos de dia e 10 de noite em seu equador. Também não há inclinação no eixo dos pólos, e nessas regiões é sempre dia.

Seu relevo é acidentado, possuindo várias cadeias de montanhas, as quais são entrecortadas por planícies. Nas montanhas há lagos, de onde correm rios que permeiam as planícies e acabam por desaguar nos mares.

Foi nas grutas da maior cadeia de montanhas de Erinia que Hur abrigou a todos que encontrou vagando pelo planeta, iniciando uma civilização que ficou conhecida como os Povos de Hur, os Povos das Grutas de Hur, ou os Povos das Montanhas de Hur. Nesse lugar os humanos conseguiram ficar a salvo da fúria das bestas que os antecederam no Ritual do Banimento Eterno até que se realizasse a Grande Profecia, quando poderiam finalmente descer das montanhas e conquistar as planícies!

Tuorhence : fruto de uma súbita elevação das águas de Erinia após a realização da Grande Profecia, Tuorhence é um pequeno planalto ao sul da grande cadeia das Montanhas de Hur.

Sua menor altitude lhe proporcionou condições de vida muito melhores que as encontradas nas montanhas, pois além de áreas planas e de fácil deslocamento, quase como as encontradas nas planícies, apresenta ainda muita vegetação e uma fauna rica e concentrada, uma vez que foi o refúgio natural encontrado pelos animais quando da subida das águas.

Inicialmente conhecida como a Ilha do Sul, o planalto foi batizado Tuorhence, que significa lugar seguro, por se tratar de um espaço limitado com acesso a partir da extremidade sul das montanhas e proporcionar maiores chances de sucesso aos Povos das Montanhas de Hur.

Entretanto, não só os animais buscaram refúgio na ilha com a subida das águas, mas também inúmeras bestas e seus seguidores nela se concentraram, e o ambiente não se mostrou tão seguro assim.

Desde que o primeiro representante dos Povos de Hur pôs os pés na ilha, muito se passou. A despeito da oposição das bestas, três grandes cidades foram construídas (Aquilonius, Erynian e Hesperius), e houve um grande período de prosperidade, quando viver em Tuorhence era realmente seguro. Depois, quando os corações dos homens se escureceram por influência dos Drakonis, sobreveio a Guerra das Três Cidades e quase tudo foi destruído.

Hoje os caminhos já não são mais seguros, mas os Povos das Montanhas de Hur ainda têm esperanças de que a Ilha do Sul ainda possa voltar a fazer jus à alcunha de Tuorhence!

Erynian : A Cidade do Leste, foi construída nas encostas das Montanhas do Sul pelos homens do 1º exército pioneiro de Aquilonius, que abriram a duros golpes de espada a trilha que posteriormente veio a ser chamada de Estrada da Margem, cruzaram o Rio do Leste ou das Calmarias e após muito esforço e sofrimento erigiram as muralhas de defesa da cidade.

Protegida em sua retaguarda pelas Montanhas do Sul, Erynian ficou conhecida também como a “Cidade da Encosta” e prosperou muito até que a guerra das três cidades fosse deflagrada e trouxesse a discórdia entre os irmãos.

Quase destruída pela guerra, Erynian foi reconstruída pelos poucos sobreviventes que restaram, e assim como as outras duas cidades conta com a estrutura mínima necessária à sobrevivência de quem nela se abrigue do ambiente hostil dominado pelas bestas. De suas torres de sentinela pode-se ver todo o espaço existente entre as muralhas da cidade e o Rio do Leste, onde nos áureos tempos da cidade suas milícias armadas tornaram a região leste de Tuorhence segura para os viajantes.

Mesmo nos dias de hoje, quando os caminhos já não são seguros, seus grandes portões permanecem totalmente abertos durante o dia, mas ao anoitecer são fechados e dão passagem a apenas uma pessoa por vez. É preciso o máximo de cautela com os perigos que a noite de Erinia traz.

Aquilonius : A primeira cidade de Tuorhence, também conhecida como a Cidade das Montanhas, Aquilonius foi construída sobre as Montanhas do Norte pelos magos e guerreiros que chegaram à ilha através do túnel do extremo sul das Grutas de Hur, e foi a que mais prosperou.

Delimitada inicialmente entre os Despenhadeiros do Norte e a Muralha Original, Aquilonius teve ainda duas expansões de seus domínios, inicialmente construindo novas muralhas próximas às originais, batizadas de Coroa de Fora, propiciando um aumento significativo no tamanho da cidade; e no auge de seu esplendor estabelecendo duas barreiras avançadas nas trilhas de acesso ao sul e oeste das Montanhas do Norte, batizadas respectivamente de Nó da Subida e Portão Oeste. Com tantas fortificações, Aquilonius também ficou conhecida como a Cidade das Muralhas. Tempos depois, durante a Guerra das Três Cidades suas muralhas mostraram-se muito úteis contra a força bruta do inimigo, mas frágeis ante a cobiça que as corroeu por dentro.

Atualmente, a única muralha funcional é a Coroa de Fora, que protege a cidade do ataque das bestas. A exemplo de Erynian, seus grandes portões permanecem abertos durante o dia, mas são fechados assim que a misteriosa noite de Erinia se insinua.

Hesperius : A Cidade do Oeste, também conhecida como a Cidade do Pântano, Hesperius foi construída pelo 2º exército pioneiro de Aquilonius após muito penar para costear o Grande Pântano do Oeste.

Situada entre as margens do Rio do Oeste ou Sinuoso e as margens das Águas Emersas que circundam a ilha de Tuorhence, Hesperius também ficou conhecida como a Cidade das Margens, e é a maior das três cidades. Entretanto, sua localização lhe permitiu apenas a construção de um portão de acesso, razão pela qual ficou sitiada por muito tempo durante a Guerra das Três Cidades.

Por estar na região mais selvagem e isolada da ilha, mesmo durante o esplendor das três cidades os caminhos que levam a Hesperius sempre foram os mais perigosos de todos, e mesmo as poderosas milícias armadas de outrora enfrentavam grande dificuldade em suas viagens de patrulhamento.

Atualmente, sem a proteção das patrulhas dos caminhos, Hesperius mantém seus portões quase fechados. A cidade acolhe todos os viajantes que por ali passam. Ninguém merece ficar desprotegido em uma região tão perigosa.

Status de Guerra

Inicio da Guerra
 

User Online
1 User Browsing This Page.
Users: 1 Guest
Arquivos
Categorias